A Primeira Grande Onda de Consumo

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

Escrevi aqui, há poucos dias, sobre o “Consumo de Vingança”, movimento que acontece logo após uma grande recessão: guerras, crises… e pandemias.

As pessoas, durante esses períodos de recessão, têm que fazer sacrifícios ou viver situações desconfortáveis, fora do padrão comum. E, quando mais tempo durar isso, mais necessidade de uma recompensa elas terão.

Essa vontade natural e instintiva de buscar uma recompensa depois de um grandes esforço se traduz no “consumo de vingança”.

Todo mundo, nessa quarentena, pensou pelo menos 1 vez: “quando isso acabar eu vou…” Depois de visitar a família, certamente a resposta é algum item de consumo: comprar uma roupa, fazer uma viagem, ir a um restaurante…

O grande ponto aqui é: essa primeira grande onda de consumo é intensa e curta. Porém, pode representar uma enorme oportunidade para as empresas, que estão sofrendo com a queda nas suas vendas.

Na China, os dados de venda mostram claramente esse efeito, que deve se repetir em muitos outros países:

  • Carros: abril foi o melhor mês dos últimos 21 meses
  • Imóveis: 37% mais do que o período pré-coronavírus
  • Hotelaria: 88% dos hotéis já estão recebendo hóspedes
  • Luxo: loja da Hèrmes vendeu US$ 2,7 milhões em 1 dia

Na França, que acaba de reabrir o comércio, as filas em lojas como Zara e Louis Vuitton estão enormes. E nenhuma dessas lojas vendem artigos essenciais. Elas vendem artigos de desejo.

Quer aumentar as suas vendas?

Solicite o contato de um de nossos especialistas e nos permita desenvolver um site completo para sua empresa!

 

E no Brasil? Como será o comportamento do consumidor no pós-crise? E quais empresas estão preparadas para aproveitar essa primeira grande onda de consumo?

Empresários, CEOs e líderes devem se perguntar:

  1. Estamos prontos para acelerar quando for a hora?
  2. Entendemos o novo comportamento do consumidor?
  3. Estivemos perto dos nossos clientes, nesse período?

Os que se retraíram demais, não terão força para acelerar rápido. Os que acham que o consumidor se comportará exatamente como antes, perderá vendas. E os que não foram presentes, perderam espaço.

Essa é a hora de se preparar para a Primeira Grande Onda de Consumo. Essa é a hora de encontrar o seu Ponto de Virada.

Fonte:

Júnior Borneli (startse.com)

Deixe um Comentário

Inscreva-se para Atualizações

Seu email será utilizado somente para o envio de nossas atualizações.